Obra pronta desde janeiro ainda não opera

O Linhão Amazônico, com 1800 km com 3,3 mil tores, cujas obras previstas para 2 anos, mas levaram 5, foram concluídas em janeiro passado com o custo de R$ 3,5 bilhões. Em função deste fato estão sendo “desperdiçados” cerca de 2 bilhões/ano que poderiam ser economizados caso já estivesse energizada evitando assim o gasto com o uso de usinas térmicas que necessitam de óleo combustível. O atraso desta energização se deve a não conclusão, ainda, das rede locais de transmissão sediadas nas cidades Manaus (AM) e Macapá (AP). (Estadão/08-10-2014)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.