Comprou, por R$ 434 milhões e não usou

A Petrobras pagou à Bolívia no mês passado (setembro), R$ 434 milhões à mais do previsto no contrato de fornecimento de gás, por componentes nobres que vem misturados no gás. Porém, por não haver na planta do gasoduto implementos necessários à separação destes componentes nobres, próprios para a área química, foram simplesmente queimados em fogões de residências e tanques de combustíveis de veículos. (Valor/09-10-2014)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.