China sofistica sua área calçadista com ajuda de brasileiros

Com a ajuda de brasileiros que desde 1990 migram para a China, a indústria calçadista daquele país aprimora o design, qualidade de seus produtos e amplia o uso do couro nesse setor acostumado a utilizar o PVC. Em 2012, a China ultrapassou a Itália, tradicional cliente histórico dos curtumes brasileiros e se tornou o maior comprador de couros do Brasil. Segundo o presidente do CICB – Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil, José Fernando Bello, neste ano de 2013, a produção desse setor deverá escoar 75% para a exportação contra os 70% de 2012. Em Dongguan, existem hoje cerca de 3 mil brasileiros e em Guangdong há 21 empresas calçadistas brasileiras sendo algumas com sócios chineses. (Valor – 27/11/2013)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.