Chanel abandona o couro exótico

Como outros concorrentes, a marca de luxo Chanel, deixará de utilizar peles exóticas e couros como cobras, crocodilos, arraias e lagartos. É o que comunicou seu presidente, Bruno Pavlovsky ao informar também que por enquanto os produtos elaborados com estas peles estrão sendo oferecidos enquanto existirem estoques, dos mesmos em suas oficinas. Para ele: “Ninguém impôs, é uma escolha livre”. (www.LaConceria.it / Revista do Couro/ Dezembro 2018)

OCD9OB0

(Imagem meramente ilustrativa)

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.