Ainda em ritmo abaixo do esperado

“Com um montante acumulado superior a 6,2 bilhões de peças comercializadas em 2017, o varejo de vestuário voltou a viver uma experiência de crescimento após dois anos seguidos de quedas sucessivas em seus volumes anuais… porém não foi suficiente para reverter as perdas acumuladas durante a crise. Apenas à titulo de comparação em 2014, o melhor ano do varejo brasileiro, foram comercializadas quase 6,5 bilhões de peças de vestuário no País…”. Estas e outras interessantes considerações e dados você poderá conhecer na leitura do comentário de Marcelo Villin Prado, diretor do IEMI – Inteligência de Mercado, na seção Oferta e Demanda, sob o título “O tamanho da oportunidade no varejo de moda pós-crise”. Publicado na revista Costura Perfeita de Julho/Agosto.

wide_Capa-book-IEMI-MP-vestuario-2018

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.