A Moda Infantil e o Pós-Crise

Na coluna “Moda Infantil e o Pós-Crise”, Marcelo V. Prado, diretor do IEMI – Inteligência de Mercado na a revista Costura Perfeita de Março-Abril, explica: “O mercado de vestuário no Brasil: como já comentamos anteriormente ressentiu-se muito com os efeitos da crise econômica que desde os primeiros meses de 2015, veio reduzindo de forma severa o poder de compra da maioria das famílias brasileiras… Os dados de pesquisa anual do IEMI, mostram queda acumulada no período de 2015 a 2016 da ordem de 12% no varejo de moda e 8,5% na produção de vestuário, no Brasil, em volumes de preços. Para as marcas do segmento de moda infantil e bebê que atuam com foco no varejo multimarca onde operam mais 46 mil pontos de venda, compostos principalmente de pequenas lojas independentes, espalhadas por quase 4.500 municípios do País, algumas oportunidades de conquista e uma maior fatia desse mercado se mostram latentes neste momento…” Estas e outras  considerações poderão ser avaliadas no contexto da matéria publicada pela Revista Costura Perfeita, Ed. 102/Março-Abril/2018.

Moda-Infantil-e-Bebê-2017-(lombada-1cm,-margens-2cm)(português)

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.