“A moda infantil e o pós crise”

“O mercado de vestuário no Brasil, como já comentamos anteriormente, ressentiu-se muito com os efeitos da crise econômica, que desde os primeiros meses de 2015, veio reduzindo o poder de compra da maioria das famílias brasileiras. Os dados do Painel de Pesquisa Anual do IEMI mostram uma queda acumulada no período de 2015 a 2016 da ordem de 11% no varejo de moda e 8,5% na produção de vestuário, em volumes de peças… Para as marcas do segmento de moda infantil e bebê, que atuam com foco no varejo multimarca e que operam mais de 46 mil pontos de venda, compostos principalmente de pequenas lojas independentes espalhada por quase 4.500 municípios do País algumas oportunidades de conquista e uma maior fatia desse mercado se mostram latentes neste momento”. Estas e outras considerações poderão ser analisadas no contexto da matéria “A Moda Infantil e o Pós Crise”, assinada por Marcelo V. Prado, diretor do IEMI – Inteligência de Mercado, impressa na edição de nº 102, Março/Abril-2018 da Revista Costura Perfeita.

Dollarphotoclub_70400522

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.