Nivea cortará margem e investirá mais

A alemã, Biersdorf, dos produtos Nivea, informou que suas margens de lucro, vão cair em 2020, porque precisará investir mais em seus negócios para enfrentar “rupturas históricas” provocadas por marcas iniciantes. A Biersdorf é a terceira grande fabricante de bens de consumo a avisar, o mercado mundial sobre uma “reconfiguração das margens” nos últimos 30 dias. Para compensar a recente desaceleração de suas vendas, essa empresa anunciou investimentos de até 80 milhões de euros, por ano, até 2023 para abrir novos mercados e tentar permitir que as margens de lucros subam para uma faixa entre 16% e 17% até 2023, frente aos 15,4% observados em 2018. (Empresas/Valor/28-02-2019)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

Deixe uma resposta