Mais pressão para os têxteis

O setor têxtil e de confecção, que há oito anos apresenta déficit em sua balança comercial, em 2014 enfrentará pressões adicionais, prevê Rafael Cervone Netto, presidente da entidade maior do setor, Abit. Em 2014, além da pressão dos importados asiáticos e da pesada carga tributária, outros fatores poderão interferir como: dificuldades macroeconômicas que reduzem os investimentos, além da inflação crescente e o déficit nas contas públicas. Segundo Cervone, só uma mudança efetiva no rumo da economia poderá devolver desenvoltura à indústria perdida há anos. (DCI – 21/01/2014)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços

Este post tem 0 comentários

  1. Avatar

    Acho muito importantes as pesquisas realizadas pelo IEMI porque nos proporcionam um valioso suporte para ilustrar com exemplos as nossas aulas no curso de Design.

Deixe uma resposta para Leontina Pereira Lopes Cancelar resposta