Governo oferece cursos no segmento de confecção industrial

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Rodrigo Garcia, divulgou no dia 3 de dezembro, em São Paulo, a abertura de 1 mil novas vagas do Via Rápida Emprego no segmento de moda e confecção industrial. O anúncio foi realizado durante a primeira aula ministrada para alunos do curso de Corte e Costura na unidade móvel do Programainstalada no Largo da Concórdia, na região do Brás.

A ação, promovida pelo Governo do Estado, é totalmente gratuita e qualifica trabalhadores para as oportunidades no segmento. “Hoje, faltam costureiras e muitas vagas não são preenchidas por falta de capacitação. A proposta do Via Rápida Emprego é oferecer a essas pessoas cursos profissionalizantes para que ingressem mais preparadas no mercado de trabalho e conquistem autonomia financeira”, explica Rodrigo Garcia.

O posto itinerante já iniciou as atividades e permanece na região do Brás até o dia 20 de dezembro. Nas próximas três semanas, os 60 participantes terão chance de aprender sobre o mercado da moda, confecção de peças de vestuário e utilização de maquinários e acessórios específicos de costura e acabamento. As aulas serão ministradas no interior do veículo, de segunda à sexta, para turmas de 20 alunos, nos períodos manhã, tarde e noite.

Durante a capacitação, os participantes receberão material didático, auxílio alimentação no valor de R$ 100 e subsídio transporte de R$ 150. Desempregados, que não contam com seguro desemprego ou benefício previdenciário, também terão direito a uma bolsa mensal de R$ 210.

Esta é a primeira vez que um posto do Via Rápida oferece capacitação em uma praça pública da capital. Antes de chegar ao Largo da Concórdia, a carreta ficou exposta na Feira de Moda Popular Brasileira para visitação e divulgação do curso. A instalação da estrutura na região do Brás atende às demandas do comércio local.  O bairro, considerado o maior polo de confecção de roupas do Brasil, abriga atualmente mais de cinco mil lojas e é responsável pela geração de 450 mil empregos diretos e indiretos.

As inscrições para os novos cursos na área de confecção e moda estão disponíveis para moradores da capital paulista. São mil vagas, distribuídas em 11 opções de cursos: Auxiliar de Modelista de Roupas (48 vagas), Bijuterias Artesanais (40 vagas), Corte, Costura e Modelagem de Bolsas em Couro Sintético (128 vagas), Corte, Costura e Modelagem de Bolsas em Tecido (64 vagas), Desenhista de Moda (60 vagas), Modelagem e Confecção de Lingerie (48 vagas), Modelagem e Costura para Iniciantes (140 vagas), Operador de Máquinas Reta e Overloque (64 vagas), Pespontador de Calçados (48 vagas), Vendedor de Moda (180 vagas) e Vitrinista (180 vagas).

Os candidatos interessados em participar, devem realizar a inscrição exclusivamente pela internet. Para isso, é necessário acessar o site, preencher o cadastro e escolher o curso. As aulas terão início em 2014. Os selecionados serão informados por meio de carta oficial ou e-mail.  A seleção é feita pela SDECTI, que considera critérios de idade, escolaridade e renda familiar dos inscritos. Desempregados ou mulheres arrimo de família terão prioridade. (Fonte: Abit – 03/12/2013)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços

Deixe uma resposta