Contra-ponto da China na América Latina

Depois que Vladimir Putin, da Rússia, com passagem por Cuba e Brasil, no período de 10 a 15 de junho último, declarou que a política externa russa contempla cooperação com os sul-americanos, além de haver perdoado US$ 35 bilhões (90%) da dívida cubana com a antiga URSS (hoje Rússia) agora, também, em sua passagem pelos países da América do Sul, incluindo o Brasil, o presidente chinês Xi Jinping ofereceu US$ 35 bi a países latino-americanos, numa evidente demonstração de interesse em ampliar sua influência nesta região. (OESP – 18/07/2014)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços

Deixe uma resposta