Brasil Têxtil 2020

Brasil Têxtil 2020

O mais completo relatório macroeconômico da Indústria Têxtil e Confeccionista no Brasil – Brasil Têxtil 2020, disponibilidade em 10 de novembro 2020.

Editado pelo IEMI desde 2001, com o apoio institucional da Abit – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção e do Senai CETIQT – Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil. Esta nova edição apresenta o desempenho do setor têxtil e confeccionista brasileiro no período de 2015 a 2019, com detalhes sobre as unidades fabris instaladas, evolução da produção, consumo, distribuição, emprego, parque de máquinas, investimentos, comércio externo e o perfil de mais de 600 empresas do setor.

O relatório retrata a evolução da indústria de 2015 a 2019 em uma brochura, impressa 4 cores, em português e inglês, em couchê de alta gramatura, contém mapas, gráficos e tabelas, análises e comentários sobre a evolução e tendências do mercado têxtil e confeccionista.

O Brasil Têxtil 2020 apresenta:

As matérias-primas de fibras e filamentos são inseridas nas indústrias, que as transformam para o uso do elo de fiação. Existem dois tipos principais de fibras: naturais e artificiais. Da fiação o fio segue para a tecelagem, em que o tecido é formado, passando pelo acabamento logo em seguida. Nas confecções, os produtos ganham forma, para diversas linhas e setores. No último elo antes do consumidor final, encontram-se os diferentes canais de negociação dos bens produzidos.

O relatório apresenta o fluxo desta relação.

Como uma das mais tradicionais indústrias do planeta, a indústria têxtil conta com um dos mais relevantes mercados no mundo. Devido principalmente aos diferentes elos de produção que o setor tem na sua cadeia produtiva, o mercado têxtil mundial encontra espaços para continuar registrando crescimento constante no que se refere tanto aos volumes produzidos quanto ao seu comércio exterior.

O relatório apresenta a relação e a participação dos principais países.

Nesta seção são expostos os principais números do setor têxtil, em termos de valor de produção e emprego. Em comparação com os números gerais da indústria de transformação, é possível dimensionar o tamanho do setor como um todo na indústria brasileira nesses aspectos.

Estatísticas por segmento:

  1. Fiação;
  2. Tecelagem;
  3. Malharia;
  4. Beneficiamento;
  5. Confecção.

Importações e exportações em US$ 1.000 e toneladas por:

  • Fibras e filamentos
  • Fios, tecidos planos, tecidos de malhas e especialidades
  • Artigos confeccionados

Complementando este estudo do setor produtor têxtil e confeccionista no Brasil, o relatório apresenta as principais estatísticas macroeconômicas nacionais, a título de informação para aqueles que se utilizam desta publicação como fonte para suas análises.

e apresenta também o perfil de mais de:

0
Empresas do Setor!

Nesta edição o relatório apresenta o perfil de mais de 600 empresas do setor têxtil e confeccionista brasileiro, estratificados por:

  • Razão social da empresa
  • Sede da empresa
  • Principal executivo
  • Contato da empresa
  • Unidades produtoras
  • Número de funcionários
  • Segmento de atuação
  • Matérias-primas
  • Ano de fundação
  • Se exporta

Reserve o seu relatório:

* Este relatório é disponibilizado somente em versão impressa.

Caso deseje mais informações, entre em contato:

Conheça também alguns projetos de pesquisa de mercado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn