Brasil segue na contra mão

Entre as grandes economias, o Brasil continua na contra mão. Neste ano, à frente do Brasil no aumento de juros estão: Ucrânia com aumento de suas taxas em pontos percentuais 10,50, Bielo-Rússia (5,00), Moldávia (5,00), Mongólia (5,00) e Brasil com 1,00 (agora com 12,75/ano). O menor aumento neste 2015, até agora foi de Trinidad e Tobago com 0,25 (agora com 3,50). (Valor/05-03-2015)

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.