Brasil Móveis 2020

Brasil Móveis 2020

O Relatório Setorial da Indústria de Móveis no Brasil – Brasil Móveis 2020, já está disponível!

Editado pelo IEMI desde 2006, com o apoio da ABIMÓVEL. Apresenta uma análise do setor moveleiro no Brasil, com detalhes sobre as unidades fabris instaladas, evolução da produção, consumo, distribuição, emprego, parque de máquinas, investimentos, comércio externo e o perfil de 708 empresas do setor.

O relatório retrata a evolução da indústria de 2015 a 2019 em uma brochura, impressa 4 cores, em português e inglês. Com 262 páginas, em couchê de alta gramatura, contém mapas, gráficos e tabelas, análises e comentários sobre a evolução e tendências do mercado moveleiro.

O Brasil Móveis 2020 apresenta:

A estrutura da cadeia produtiva de móveis, funciona com a interação entre os segmentos fornecedores (matérias-primas, equipamentos e outros insumos) e os produtores de bens acabados.

São dois elos principais: o elo de produção, que é alimentado pelos
insumos em geral, como matérias-primas e bens de capital, e o
mercado. As matérias-primas básicas costumam vir de fora da cadeia
moveleira, inclusive de setores como o têxtil. A mesma situação
ocorre com máquinas e equipamentos, com a produção se situando
externamente aos elos da cadeia moveleira.

Este relatório inicia a análise por meio do panorama do mercado mundial, com o exame do comportamento da produção mundial, consumo mundial e comércio internacional, sendo possível, assim, dimensionar o mercado mundial do setor moveleiro.

O relatório apresenta o mercado nacional buscando apresentar um cenário com os principais números do setor moveleiro nacional, como produção, consumo, emprego do setor, comércio internacional, entre outros.

O relatório analisa os resultados do comércio externo da indústria brasileira de móveis prontos e colchões. Por essa definição, esclarecemos que não estão incluídos os assentos para veículos aéreos, como os aviões, nem para veículos automotores, nem as partes para móveis, nem partes para assentos, bem como os móveis médico-odonto-hospitalares. No segmento de colchões são considerados apenas os colchões e os suportes para colchões (sômies). Portanto, não estão incluídos as almofadas, os pufes e os travesseiros.

Grandes números da indústria moveleira nos estados:

  1. Rio Grande do Sul
  2. Santa Catarina
  3. Paraná
  4. São Paulo
  5. Minas Gerais
  6. Rio de Janeiro
  7. Espirito Santo
  8. Goiás
  9. Pernambuco

Complementando este estudo do setor produtor de móveis no Brasil, o relatório apresenta as principais estatísticas macroeconômicas nacionais, a título de informação para aqueles que se utilizam desta publicação como fonte para suas análises.

e apresenta também o perfil de:

0
Empresas do Setor!

Nesta edição o relatório apresenta o perfil de 708 empresas do setor moveleiro brasileiro, estratificados por:

  • Se associado da Abimóvel
  • Razão social da empresa
  • Sede da empresa
  • Contato da empresa
  • Ano de fundação
  • Se atende o segmento: Escritórios
  • Se atende o segmento: Dormitórios
  • Se atende o segmento: Sala de Estar
  • Se atende o segmento: Sala de Jantar
  • Se atende o segmento: Estofados
  • Se atende o segmento: Cozinhas
  • Se atende o segmento: Banheiros/Lavanderias
  • Se atende o segmento: Móveis Planejados
  • Se atende o segmento: Institucionais
  • Se atende o segmento: Colchões
  • Se atende o segmento: Móveis para a Área Externa
  • Se trabalha com: Chapas
  • Se trabalha com: Madeira
  • Se trabalha com: Metal
  • Se trabalha com: Vime - Ratan
  • Se trabalha com: Outros
  • Se exporta

Veja uma prévia do relatório:

Reserve o seu exemplar:

* Este relatório é disponibilizado somente em versão impressa.

Caso deseje mais informações, entre em contato:

Conheça também alguns projetos de pesquisa de mercado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn