Visões sobre 2015 no varejo vestuário

“2015 não deve ser um ano bom” (Flávio Rocha, da Riachuelo). “O mercado do vestuário ainda possui muito espaço para consolidar-se semelhante ao dos supermercados” (Marcelo V. Prado, do IEMI – Inteligência de Mercado). “Quem não conseguir apresentar diferenciais competitivos corre o risco de sair” (José Galó da Renner). “Sem grandes expectativas para este 2015, face ao consumo que deverá crescer pouco” (Frederico Oldane, da área financeira da Hering). A Marisa, segundo sua direção, precisa cortar custos porque esta “inchada”. Com igual percepção do diretor do IEMI, o vice presidente da C&A (Paulo Correa) acredita haver espaço para conquistar, pois o mesmo ainda não tem um único dono. Baseado nisso, espera chegar a 408 lojas até 2021. (Jornal do Comércio/Porto Alegre – RS/12-01-2015)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.