Vestuário no Ceará produz mais de 600 milhões de peças

A moda, um dos principais focos da indústria têxtil do Ceará, que abriga unidades de fiação, tecelagens planas, malhas e confecções de vestuário. “É um pólo completo de produção”, observa Fernando Pimentel, presidente da Abit. De seus pólos industriais, instalados nas cidades de Fortaleza, Caucaia, Maranguape, Maracanaú, Horizonte e Pacajus, saem produtos como índigo (denim) e bojos para biquínis e sutiãs, além de fiações, itens que se destacam nessa indústria, segundo Kelly Whitehurst, presidente do Sinditêxtil Ceará. Esse Estado é o quarto maior na produção têxtil depois de SP, SC e MG. Em confecção é o quinto maior ficando atrás também do Paraná. Segundo o IEMI – Inteligência de Mercado, produz anualmente 183 mil toneladas de manufaturas têxteis (10,5% do volume produzido no País). Em relação a produtos confeccionados alcança 610 milhões de peças (7% da produção nacional). Enquanto a produção nacional em valores recuou 8,8% entre 2012 e 2016 a do Ceará se expandiu 2% ainda de acordo com o IEMI. (Valor/Estados/Ceará/Abril-2018)

Dollarphotoclub_70582466

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.