Vestuário deverá encolher 2,5%

Cerca de 2,4 bilhões de peças foram compradas em 2014 (37,5% do total), através do principal canal de venda – lojas independentes, mas foi o de lojas de departamento especializado que mais cresceu (0,2%), seguido por lojas de departamento não especializado (0,1%). Os hipermercados apresentaram queda de 0,3%. São dados do IEMI – Inteligência de Mercado, através do seu Estudo dos Canais do Varejo de Vestuário 2015. Para este ano, este instituto privado, fundado em 1985, estima queda de 2,5% em valores (deverão atingir R$ 188 bilhões) e -1,4% em volume de peças que poderá chegar a 6,4 bilhões de unidades. (Monitor Mercantil/SP/01-12-2015)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.