Varejo têxtil com novo ano difícil

A estimativa é que em 2014 a receita do varejo têxtil cresça 8,1% em valores nominais, de acordo com o IEMI – Inteligência de Mercado, instituto que produz informações sobre o setor. O número é inferior ao esperado para 2013, de 9,6% e marca uma desaceleração em relação aos níveis de 2010, época em que o consumo brasileiro aqueceu. Naquele ano, o varejo de vestuário cresceu 15,1%. (Diário do Nordeste – 26/12/2013)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.