Varejo de vestuário deve crescer 10,1% em valores em 2013, projeta Iemi

O faturamento do varejo de vestuário no Brasil deve alcançar R$ 174,2 bilhões neste ano, com crescimento de 10,1% sobre 2012, projeta o Instituto de Estudos e Marketing Industrial (Iemi).

O avanço acumulado até agosto é de 8,8%. Ou seja, para alcançar a previsão consolidada para o ano, as vendas terão que acelerar no quarto trimestre. “Isso deve acontecer”, diz  Marcelo Prado, diretor do Iemi.

Prado acredita que a demanda por moda ficou “represada” neste ano por conta de eventos como as manifestações de julho e a Copa das Confederações. O outono atipicamente quente também prejudicou as vendas.

No fim do ano, esse consumo “reprimido” deve reagir. “O Natal tem tudo para ser dos bens semi-duráveis. O consumidor que queria trocar de carro ou de geladeira já trocou”, afirma Prado.

Em volume de peças, as vendas de vestuário devem encerrar o ano com alta de 4,6%. No acumulado até agosto, o avanço foi de 3,5%.

De acordo com Prado, o crescimento maior em valores do que em volume não indica que as varejistas estão conseguindo melhorar as suas margens. “O aumento dos preços tem sido um processo ‘sofrido’ para as varejistas neste ano e está ligado, basicamente, à alta de custos em toda cadeia de produção”, diz. (Valor – 06/11/2013)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.