Varejista Fnac, de livros poderá sair do Brasil

A rede varejista francesa Fnac de livros e eletroeletrônicos, que em dezembro passado possuía 12 lojas poderá deixar o País. Seus resultados em 2015, não representaram nem 2% do total de receita global de junho quanto em 2015 atingiu € 138 milhões. Tal medida foi anunciada no último dia 28, pelo grupo ao seus resultados de 2016 à nível mundial que representou alta de 1,9% sobre 2015 e atingiu a € 7,418 bilhões. Esta rede, é de propriedade da segunda família mais rica da França, Pinault, dona também do grupo Kering, que reúne as marcas de moda de luxo, como Gucci, Balenciaga, Alexander McQueen e Puma. Fora da França, além do Brasil, no momento suas operações se encontram na África (Costa do Marfim e Marrocos) e no Oriente Médio (Qatar). (E&N / Estadão/01-03-2017)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.