Vai recorrer

A confeccionista de vestuário M5 Ind. E Com. da marca M.Officer, poderá ficar impedida de atuar no Estado de São Paulo, por dez anos, alem de ser condenada a pagar multas que somam cerca de R$ 6 milhões face a denuncias que teria coparticipado de permitir trabalho não condizente em unidades terceirizadas. Esta condenação sentenciada em novembro de 2016 foi mantida ontem pela 54ª Vara do Trabalho de São Paulo. A mesma, vai recorrer da decisão. (Da Mídia/10-11-2017)

OE9TCD0

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter>

Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.