Uma situação delicada para o Brasil

Alexandre Guilherme Andrade, coordenador de comercio internacional da consultoria Barral M. Jorge, em matéria do DCI de hoje, comenta acerca do o efeito China: “No caso do Brasil, já que o país asiático é o nosso principal parceiro comercial, a redução de seu ritmo terá alguma revelação na nossa balança comercial no final de março, com registro de recuo das exportações para a China. É uma situação delicada para o Brasil…”. (DCI/08-01-2016)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.