Tudo indica números melhores

A ABVTEX, que reúne 32 grandes varejistas de moda, de acordo com o seu diretor executivo, Edmundo Lima, “Mesmo com as empresas fazendo gestão conservadora de estoques, ainda assim a perspectiva é de aumento em relação a 2017”. Para o IEMI – Inteligência de Mercado, no dizer de seu diretor, o economista, Marcelo Villin Prado, “Não existe razão econômica para impedir a recuperação do varejo de moda no quarto trimestre” e afirma ainda, “Após o segundo turno a tendência é as pessoas voltarem ao padrão normal de consumo”. De acordo com este instituto, a estimativa é de que as vendas do vestuário em volume neste 2018 alcancem 6,3 bilhões peças indicando alta de 1,8% sobre 2017. Da mesma forma para o comércio eletrônico o Ebit/Nielsen, acredita no mínimo de 15% maior nas vendas da Black Friday, frente a igual data de 2017, quando este segmento representou 14,2% dos pedidos, neste canal de venda. (Empresas/Valor/15-10-2018)

OF8NHB0

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.