Têxteis vão pagar menos ICMS em São Paulo

A Assembléia Legislativa, do Estado de São Paulo, aprovou no final de dezembro passado, proposta que estabelece o uso de crédito presumido equivalente a 80% do ICMS, impostos sobre a circulação de mercadorias e serviços, sobre a saída do Estado (responsável por 30% da cadeia têxtil nacional), de produtos têxteis que contenham resíduos recicláveis (retalhos de tecidos recicláveis e materiais derivados da moagem ou trituração de resíduos plásticos recicláveis). No Brasil, estima-se que as indústrias têxteis geram 170 mil toneladas de resíduos têxteis anuais. Desse total entra 70 mil e 72 mil toneladas são recicladas. Tal proposta agora aguarda a sanção do governo do Estado de São Paulo. (Valor/23-01-2017)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviço


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.