Têxteis e seus confeccionados reduzem projeções

A Abit revisou para abaixo suas projeções quanto à produção de têxteis e vendas, para este ano de 2018 – “O desempenho do setor, ficou abaixo do esperado no primeiro semestre e vamos ter que tentar recuperar resultados nesta segunda metade do ano”, disse seu presidente, Fernando Valente Pimentel. No inicio do ano a estimativa apontava para 4%. Agora projeta crescimento entre 0,4% e 1% para a produção têxtil e de vestuário que deverá atingir 1,77 milhão de toneladas de produtos. Em 2017 o crescimento foi de 1,83%. Para 2019 essa entidade projeta crescimento de 3% e para o varejo de vestuário, em volume, na ordem de 3% a 4%. (Empresas/Valor/09-08-2018)

Capa-book-IEMI-Brasil-Têxtil-2018

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.