Terceiro projeto de US$ 1,2 bilhão para viscosa

A Eco Brasil Florestas, das famílias Zogbi, Moritz e Safra deverão investir US$ 200 milhões juntamente com a indiana Aditya Birla, conversam no sentido de concluírem projeto total de US$ 1,2 bilhão para a construção de uma fábrica de celulose solúvel para uso na produção de viscose. Neste projeto, a Aditya, colocará cerca de US$ 1 bilhão com participação final, entre 60% e 70%. Este é o terceiro projeto em terras brasileiras. Em junho passado a Duratex, e a austríaca Lenzing, informaram sobre o projeto da ordem US$ 1 bilhão. E no inicio deste ano, a indiana RCE que comprou a Lwarcel, pretende converter essa fábrica de celulose de eucalipto de Lençóis Paulista (SP) em fibra solúvel. (Empresas/Valor/29-11-2018)

Dollarphotoclub_63212124

(Imagem meramente ilustrativa)

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.