Sinais adversos, ma non troppo, no varejo

Segundo estimativas do IEMI – Inteligência de Mercado, o varejo têxtil em valores nominais, poderá crescer 8,1% em 2014. O ano passado (2013) deverá apresentar resultado da ordem de 9,3%. Em 2010 o varejo de vestuário, teve alta de 15,1%. Para este ano, os varejistas concordam que o cenário geral não é de folga. Porém, C&A planeja abrir 30 novas lojas no Brasil, sendo boa parcela dirigida para o segmento feminino. Em dezembro, o seu total de lojas era de 261. Hering espera abrir 100 novos pontos de venda. A Renner de 25 a 30 na sua bandeira principal. E a Marisa, que abriu em dezembro sua loja de nº 400, prevê 15 novas e reformas em 39 (em 2013, foram 39 novas e 19 reformadas). (Da mídia – dezembro/2012)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.