Resenha dos têxteis em 2016

O IEMI – Inteligência de Mercado, acaba de lançar a 17ª edição do Relatório Setorial da Indústria Têxtil Brasileira – Brasil Têxtil, que apresenta os dados do período de 2012 a 2015 frente ao desempenho de 2016 sobre a cadeia desse setor que agrega os segmentos de fiação, tecelagem, malharia, beneficiamento, vestuário e linha lar/cama, mesa e banho. Segundo esse relatório, em 2016 seus investimentos cresceram 2,4% quando comparados a 2015, onde o segmento de fiação apresentou maior alta (3,7%). Produziu aproximadamente R$ 137 bilhões e gerou mais de 1,5 milhão de postos de trabalho (cerca de 18,3% do total de trabalhadores na produção industrial de 2016). Por sua vez, o número de unidades produtivas neste setor recuou 10,5%. O segmento de confecções teve perda de 10,9% no número de empresas. A linha lar (cama, mesa e banho) apresentou queda menor (2,7%). Em termos de pessoal ocupado, entre 2012 e 2016, houve queda de 11,2% entre os têxteis e 5,9% quanto aos confeccionados. (Senac Moda Informação/18-10-2017)

BT-17-600px

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.