Recuo do varejo e os difíceis atalhos

Frases acerca do atual cenário: de Fábio Bentes, economista da CNC – Confederação Nacional do Comercio, “O varejo não conseguirá reagir de forma pujante se o setor de supermercados não reagir junto”. E por parte de Pedro Parente, presidente da Petrobras, “Não há atalhos fáceis e acho importante dizer isso de forma clara a todos vocês”. Assim, as expectativas até o final do ano ainda são frágeis. No primeiro semestre desse ano, segundo a CNC, o número de estabelecimentos de varejo que fecharam teriam sido 143% superiores a igual período de 2015.  E cujo o maior número dessas unidades se encontram no segmento dos supermercados e hipermercados seguidas por lojas de vestuário e calçados. (Estadão/03-08-2016)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

 >> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.