Quod erat demonstratum

(…) “Qual é, afinal o verdadeiro corte de despesas propostos? Não é fácil saber”. Iniciando seu artigo de hoje no jornal Valor, sob um título em latim, Antonio Delfim Neto, escreve na abertura do mesmo: “A maior barbeiragem política e econômica da história, recente, foi a inacreditável remessa ao Congresso de um Orçamento com déficit nominal”. E ao meio do artigo que detalha, com realismo, o conteúdo deste Orçamento obscuro, sentencia (…) “Infelizmente, sendo mesmo parte inevitável de um ajuste, o retorno da CPMF é um sinal sinistro”. (Valor/22-09-2015)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.