Press Release: Dados do primeiro estudo sobre comportamento de compra do consumidor de calçados serão apresentados na Francal

Os dados do estudo elaborado pelo Núcleo de Inteligência de Mercado do Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI) sobre o Comportamento de Compra do Consumidor de Calçados serão apresentados durante a Francal – Feira Internacional da Moda em Calçados e Acessórios, que acontece de 9 a 12 de Julho, no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

Ele revela que, na maioria dos casos, a compra não é planejada pelo comprador. Ela acontece pela proximidade do cliente com o produto e o encantamento provocado pela vitrine e pelo bom atendimento da loja.

A emoção leva à compra de um calçado na maior parte dos casos, tais motivações somam mais de 61,3% dos casos, com destaque para “(apenas) queria me dar um presente”. Motivos práticos (substituição de peça antiga ou aquisição para uma festa e evento especial) totalizam os outros 38,7% dos casos.

 

.  Motivo de compra

Multiplicador

Funcional

Seguidor

Independente

Total

Substituir uma peça antiga

5,6%

26,6%

20,1%

36,8%

26,5%

Queria me dar um presente

22,2%

22,7%

21,7%

18,7%

21,7%

Faltava um produto como este em meu armário

27,8%

18,6%

16,3%

21,0%

18,7%

Vontade de me sentir bonito(a)/ bem vestido(a)

25,0%

13,8%

22,6%

9,1%

15,3%

Uma festa ou um evento especial

(viagem, casamento, etc.)

13,9%

12,0%

13,3%

11,1%

12,2%

Comprei por impulso

5,5%

5,8%

5,4%

2,9%

5,2%

Um(a) amigo(a) comprou e eu quis igual

0,0%

0,5%

0,6%

0,4%

0,4%

. Total

100,0%

100,0%

100,0%

100,0%

100,0%

Fonte: IEMI

 

A pesquisa foi  baseada na última compra dos entrevistados. A amostra pesquisada é constituída por 3.260 consumidores voluntários, de ambos os sexos, com idade acima de 15 anos, de todas as classes sociais, residentes em diferentes Estados do País e categorizados por perfis.

O estudo foi feito pelo método de autopreenchimento, no qual os entrevistados preenchem os questionários sozinhos, a partir da leitura dos enunciados de cada questão. O método permite a aplicação de questões qualitativas e quantitativas, espontâneas e estimuladas.

Este material é voltado para os fabricantes e varejistas do mercado de calçados que, a partir destas informações, podem adotar ou rever suas estratégias de negócios.

 

A importância do ponto de venda

O consumidor de calçados busca conveniência. Por isso, 36,2% dos entrevistados realizaram a compra em uma loja próxima à sua residência, geralmente atraídos pela vitrine, que assume papel importante nas vendas, servindo como primeira imagem percebida do estabelecimento: 78,2% dos entrevistados disseram reparar sempre nas vitrines das lojas e 93,7% sentem-se influenciados por ela no momento da compra. Houve até quem já deixou de entrar em uma loja por não ter gostado da vitrine: nada menos que 75,7%.

“A melhor estratégia para o lojista fazer o produto vender é colocá-lo em uma vitrine bem arrumada, em que o calçado apresente destaque para atrair a atenção do cliente”, afirma Marcelo Villin Prado, diretor do IEMI.

A loja física ainda é o principal canal de compra, utilizado por 85,4% dos entrevistados. A Internet aparece em segundo lugar, com 13,2%. “As pessoas querem experimentar os calçados, verificar se é confortável. A Internet costuma vender mais produtos de modelagem e marcas conhecidas, como tênis e chinelos”, comenta Prado.

 

Perfil de consumidor

A pesquisa realizada pelo Núcleo de Inteligência de Mercado do IEMI identificou quatro perfis de consumidor de calçados: Multiplicador (1,3%), Seguidor (25,1%), Funcional (53,6%) e Independente (20%).

O estudo avaliou que a maior parte dos independentes (36,8%) e dos funcionais (26,6%) adquiriram o calçado para substituir uma peça antiga.

O consumidor funcional é aquele que escolhe seus sapatos de acordo com o que já possui. Prático, busca realizar compras em épocas de liquidações. Já os independentes consomem calçados em último caso, impulsionados pela necessidade.

A maioria dos multiplicadores (27,8%) adquiriu o calçado porque faltava uma peça como aquela no seu armário. Desse grupo fazem parte as pessoas que adoram novidades, buscam status e identidade por meio dos calçados que possui. São promotores do crescimento de vendas de produtos inovadores.

Já 22,6% dos funcionais compram um calçado porque querem se sentir bonitos ou bem vestidos. São consumidores que adquirem novos produtos no auge de sua venda e gostam de estar na moda. Consomem por impulso.

 

Assessoria de imprensa do Iemi na Francal

ADS Comunicação Corporativa – www.adsbrasil.com.br

Contatos: Vera Santiago e Jacqueline Miranda

Tel.: (11) 5090-3016/5090-3036

E-mail: veras@adsbrasil.com.br; jacquelinem@adsbrasil.com.br

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.