Poderá ser mantido benefício aos têxteis do Rio Grande do Sul

Entidades do setor têxtil e vestuário do RS, reuniram-se no último dia 16 com o secretário da Fazenda desse Estado para reivindicar a prorrogação de benefício fiscal que reduz em 9% a incidência do ICMS na saída de produtos para mercados fora do estado, cujo setor reúne cerca de 3.800 empresas (fiações, tecelagens, malharias e confecções). Em 2014, a isenção foi de R$ 43 milhões e nos três primeiros meses deste ano, o incentivo chegou a R$ 11,3 milhões. (Jornal do Commercio/Porto Alegre/RS/17-04-2015)

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.