Planejamento errôneo prejudica a Avon, no Brasil

No segundo trimestre, deste ano, frente ao de 2013, representou crescimento de apenas 1% na operação Brasil, segundo sua direção. A causa principal detectada foi erro de planejamento na relação fábrica e demanda, além do efeito medíocre frente à Copa. O negócio de moda e casa cresceu 2%, enquanto o de beleza permaneceu estável. Sua concorrente Natura, cresceu 1,8% no período. No mundo, a Avon teve queda de 40% no lucro líquido e recuo de 13% na receita. Nos EUA sua receita caiu 20% e na América Latina teve registro menor de 16% na receita em dólares. (Valor – 01/08/2014)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.