Pernambucanas planejando para crescer

Após vencer uma série de percalços frente ao mercado, e conseguir regular-se aos problemas de herança entre seus donos, a rede Pernambucanas de varejo, planeja agora crescer com vestuário. Neste ano já abriu 28 novas lojas e até 2021 deverá inaugurar outras 90 e somar 454 pontos de venda. Em 2017 teve receitas de R$ 2,8 bilhões e lucrou R$ 203 milhões com 336 lojas em 9 Estados. A partir de 2015 seu foco desviou-se do eletrodoméstico e concentrou-se no vestuário. Segundo seu presidente, Sérgio Borrielo, a operação dos eletrodomésticos apresenta margem muito baixa, cerca de 7% e a de vestuário gira em torno de 30%. Borrielo que chegou a esta empresa como diretor financeiro, completa agora dois anos como seu principal gestor. No programa de expansão, inclui-se ocupar espaços novos em ruas, antes da concorrência e interiorizar-se mais em cidades com menos de 50 mil habitantes. (E&N/Estadão/17-12-2018)

Dollarphotoclub_75857342

(Imagem meramente ilustrativa)

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.