Os têxteis, também, aguardam

Em janeiro, tanto as vendas de calçados como a de têxteis e vestuário aos argentinos recuaram de maneira significativa em relação a janeiro de 2013. No setor calçadista houve queda de quase 30% em dólares, segundo a Abicalçados. No setor têxtil/vestuário o recuo foi de 11,9% de acordo com a Abit. Segundo Fernando Pimentel, diretor superintendente da Abit, ao Valor, informou que o número de Declarações Juradas Antecipadas de Importação (Djai) aguardando resposta é maior do que o constatado no início de 2013. O próprio prevê que neste ano as vendas ao país vizinho devem recuar mais que os 10% de retração registrado ano passado ante 2012 e complementou: “Temos que sentar e tentar resolver isso de alguma maneira, a Argentina é um dos nossos maiores mercados”. (Valor Econômico – 13/02/2014)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.