O vestuário, a crise e os novos consumidores

“Tem sido tempos difíceis os que passamos nestes últimos três anos desde o inicio da mais grave crise econômica da história vivida pelo Brasil”. “Só para ter uma ideia, em 2016 foram produzidos quase 5,9 bilhões de peças (contra 6,4 bilhões em 2010, o melhor ano da historia do setor)”. “O setor dá sinais claros de recuperação, mas ainda será lenta e seletiva… Uma vez que a oferta interna permanece maior que a demanda por pelo menos mais dois ou três anos”. “ A retomada está em curso, mas será maior, mais rápida e rentável, para aos que souberem ler, por traz do cenário atual de final de crise, as necessidades e os valores dos novos consumidores, que hoje já se tornam maioria no país”. (Fragmentos do artigo “Em meio a retomada do consumo…”, de Marcelo V. Prado, diretor de IEMI – Inteligência de Mercado, publicado na Revista Costura Perfeita/Set-Out/2017)

Untitled-1

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.