O mercado de vestuário de grifes migra para as grandes redes

A edição de hoje, do jornal Valor apresenta matéria acerca da migração de consumidores de vestuário, para as grandes redes, deste segmento, que no passado se utilizavam de etiquetas de grifes. No Rio de Janeiro, inúmeras delas sentem o abalo face às circunstancias atuais do mercado. Ausland, fecha suas 3 unidades próprias, e centraliza suas vendas no atacado e no e-commerce. A Toten de 11 lojas, permaneceu apenas com uma. Outras, se reorganizam e continuam a crescer. Exemplo, da etiqueta Farm que fundiu-se com a Animale em 2010. Em âmbito nacional, outras se estruturam via investimentos vindos de fundos, como a Dudalina através da Advent, lojas Colombo que teve o ingresso de um sócio, a Gávea e Aramis buscou recursos da 2B Capital. (Valor/15-09-2014)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.