O fim de grandes marcas

A primeira indústria têxtil de Brusque (SC), no dia 15 de julho passado, depois de 121 anos desaparece após pedir falência. Sua marca, Fábrica de Tecidos Carlos Renaux. Outra de Brusque, a Schlösser, encontra-se fechada desde suas férias coletivas de dezembro de 2010. E outra, da mesma Brusque, busca soluções para tentar recuperar sua saúde financeira, face ao faturamento que de R$ 200 milhões em 2005 selou 2012 com R$ 80 milhões. Seu nome, Buettner. (Estadão – 12/08/2013)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.