O Estado e sintonizar-se com a manufatura avançada

Em “Opinião” do jornal Monitor Mercantil/SP, do dia 29 de março passado, Fernando Valente Pimentel, presidente da Abit, em seu artigo “Estado precisa sintonizar-se com a manufatura avançada”, destas assertivas pontuais: “Em seu novíssimo relatório – Um ajuste justo: análise da eficiência e equidade do gasto público no Brasil, o Banco mundial revela através de números forma e dimensão precisa há algo que todos nós sabemos há muito tempo. O Estado, em nosso País, gasta mais do que arrecada e aplica o dinheiro de maneira pouca eficaz… Em todos os indicadores o Brasil está defasado em relação às principais economias… Por isso é premente que governo e setor público brasileiro também ingressem na era da chamada industria 4.0… Isso será decisivo para que o Brasil seja protagonista e não um mero pólo passivo no contexto das nações e nos negócios mundiais, criando assim melhores padrões de vida para a população…”. (Monitor Mercantil/SP/29-03-2018)

BT-17-600px

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.