O destino de Haddad

O prefeito e ex a partir de 2017, Fernando Haddad, será um dos temas de análise, por parte do PT, em reunião de hoje, após sofrer derrota significativa – teve 16,7% contra os 53,3% obtidos pelo candidato do PSDB, João Dória. Em 2012, tendo como padrinho o deputado federal, Paulo Salim Maluf, do PP, tornou-se prefeito de São Paulo, após alcançar 28,98% no primeiro turno. No PT, frente aos percalços da Lava-Jato, segundo o vereador, Paulo Fiorilo, presidente do diretório municipal do PT, em São Paulo, que não se reelegeu, o resultado da eleição paulista foi considerado melhor que o projetado. (Valor/04-10-2016)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

 >> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.