Notícias: Se não for biodegradável, poderá ser proibida.

Proposta na Câmara dos Deputados, caso aprovado poderá proibir a fabricação e venda de fraldas descartáveis (não tecidos) que não sejam biodegradáveis. Estima-se que cada criança use em média de 6 mil fraldas até os 2 anos de idade. (Brasil Econômico – 16/02/2012)

 

– Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração:

Curta o IEMI no facebook: facebook.com/iemi.inteligencia

Siga o IEMI no twitter: @iemipesquisas


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.