Notícias: O setor deverá crescer 2,5% ou mesmo 3%

Em reportagem do jornal Valor Econômico, publicada na edição do dia 24 de maio passado – “Cedro mudará a gestão…”, o seu atual presidente, Aguinaldo Diniz Filho e presidente da Abit, ao final da mesma, declarou que “estima, ser de 2,5% ou 3%, o crescimento do setor têxtil neste ano de 2012. A Cedro, talvez, avance mais”. Lembrando a memória desta empresa que, neste ano, completa 140 anos. Fundada em 1872 em Minas Gerais, no município de Paraopeba (antes, vilarejo Taboleiro Grande), foi a primeira empresa privada do Brasil e a primeira a produzir tecidos em território mineiro, com o nome apenas de Cedro, fabricando tecidos de juta e não faz muito, desenvolveu o tecido com o qual foi feito a vestimenta de treinamento do astronauta brasileiro Marcos Pontes.

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

Curta o IEMI no facebook

Siga o IEMI no twitter


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.