Notícias: Governo pagará mais

Para minorar o sufoco do vestuário e calçados e outros artefatos destes setores com suas manufaturações locais, o governo federal ao realizar licitações, em suas compras, poderá pagar até 25% ou mais sobre congêneres importados. Segundo a ABIT, na China, o governo daquele país concede 27 tipos de incentivos aos seus fabricantes exportadores. Também, a referida entidade informa que a diferença, para os exportadores chineses entre o real e a moeda dela, Yuan, chega a 40%. (Estadão – 16/06/2012)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.