Notícias: Governo do Rio de Janeiro cassa incentivos

Inúmeras empresas do Rio de Janeiro que foram beneficiadas com a redução de 2% do ICMS, de várias cidades interioranas, como Campos e Três Rios, através das leis de 2010/5.366 (Lei Cabral) e de 2004/4.533 (Lei Rosinha) deverão pagar o ICMS retroativo em função de irregularidades constatadas pelos órgãos reguladores do Estado. Entre elas, encontram-se, também, a malharia Kowarick Têxtil e a fabricante de fraldas descartáveis Jeoyá Industrial. (O Globo/RJ – 21/02/2013)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.