Notícias: Brasil não vai retaliar Argentina.

O governo brasileiro não vai tomar medidas duras com a Argentina por causa da demora na emissão das licenças não automáticas – documento que permite o embarque de produtos – para os calçados e móveis. A decisão é justificada na balança comercial: as transações comerciais com o país vizinho devem gerar um superávit de mais de US$ 6 bilhões. Ao invés de retaliação, o plano é intensificar o diálogo com o governo de Buenos Aires para ir destravando os produtos parados nas fábricas e em depósitos na fronteira. (Fonte: Antonio Pietrobelli – Monitor Mercantil – 31/10/2011).

 


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.