Notícias: 2010, no consumo, teve ousadia anormal.

“2010 teve uma ousadia anormal no consumo, em parte impulsionada por propaganda massiva de que o país estava imune à crise externa. A ideia da crise como ‘marolinha’ estimulou a despreocupação” – Marcelo Villin Prado, diretor do IEMI, em matéria da Folha de São Paulo – 06/11/2011).


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.