Na mídia: Preços do jeans devem ficar estáveis em 2012.

Com a maior estabilização nas cotações do algodão, os preços do jeans na ponta do consumo do ano vem devem permanecer em linha com o que foi verificado neste ano. Segundo afirmou Marcelo Villin Prado, direto do Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI), os fabricantes serão menos pressionados pela volatilidade dos custos da matéria-prima e poderão recuperar um pouco a perda de margem registrada no ano.

Se confirmada, essa tendência será diferente da verificada nos últimos anos.Um levantamento feito pelo IEMI mostra que entre 2010 e 2011, o preço médio anual de fábrica (sem impostos) do jeans avançou 8,2% chegando a R$ 17,78 por peça. Entre 2009 e 2010, por sua vez, o preço subiu 5,3%. De 2009 até o fechamento de ontem, os preços do algodão no mercadointernacional subiram 76%.

O segmento muitas vezes sentiu dificuldades em repassar a alta dos preços para o meio da cadeia – as confecções – que percebiam a desaceleração das vendas na ponta varejista. O consumo aparente do jeans cresceu 4,8% neste ano, frente ao nosso passado, retornando aos níveis de 2009. Em 2010, a demanda pelo produto subiu 15%.

A produção de peças jeans também apresentou desaceleração. Em 2011, foram produzidas 330,8 milhões de peças no país, alta de 2,4%. Em 2010, a alta foi de 13,7%.

Já ao longo deste ano, as cotações do algodão apresentaram recuo de 36%. Segundo Prado, diante deste cenário, as perspectivas para 2012 para o segmento denim são um pouco melhores, inclusive quando se compara com o restante dos produtos têxteis. “Ele (jeans) cresce independentemente da estação e é menos importado, já que é muito ligado à moda local.”, afirmou o especialista. Suas estimativas apontam para alta de 3% a 4% nas vendas de denim, enquanto o setor têxtil em geral deve crescer apenas 1% a 2%.

Apesar de ainda pequena a participação das importações nos tecidos para jeans – de 7% em relação ao consumo aparente neste ano -, as compras externas cresceram mais de 40% em 2011. (Valor Econômico – 23 a 25 de dezembro de 2011)


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.