Na mídia: IEMI detalha cenário do comércio no setor de móveis no Brasil

As exportações brasileiras de móveis foram de US$ 60,9 milhões em março de 2012, representando queda de 5,8% em relação a março de 2011. Já as importações foram de US$ 51,4 milhões, com queda de 7,2% em relação a março de 2011. As exportações do Rio Grande do Sul, por sua vez, sofreram queda de 10,8% sobre março de 2011 e as importações tiveram alta de 27,7%.

 

Houve, no período, o aumento mensal do consumo (+13,4%) e, como consequência, a participação dos importados recuou, passando de 2,3% em fevereiro para 1,6% em março. Já a participação dos exportados aumentou, passando de 4,7% para 5,2% em março, como resultado da alta da exportação (+27,2%) ter sido acima do crescimento da produção (+14,7%) em março, em volume de peças.

 

Os dados são fornecidos à Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (MOVERGS), por meio do estudo “Conjuntura e Comércio Externo do Setor de Móveis no Brasil”, feito pelo Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI).

 

Produção nacional

Já a produção de móveis no Brasil cresceu 14,7% em março, comparando-se a fevereiro, chegando a 40,1 milhões de peças. No ano, acumula alta de 2,4%. Estes dados, apesar de preliminares, mostram um resultado abaixo do apresentado pela produção moveleira do Rio Grande do Sul, que cresceu 8,6% no ano, com uma representação de 15,8% dos móveis produzidos no país.

 

A produtividade da cadeia produtiva de madeira e móveis teve alta de 8,3% em março e 18,2% no ano, ou seja, janeiro a março de 2012, comparado ao mesmo período de 2011, bem acima do resultado da indústria de transformação que recuou 1,8% no ano.

 

Para 2012, estima-se alta de 3,5% na produção nacional de móveis.

 

Fonte: Movergs

 

>> Leia a matéria na íntegra

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.