Na Mídia: Hipermercados mudando para vender… moda

Já falamos aqui no blog que os hipermercados tem oferecido cada vez mais opções de roupas e acessórios. E antes de torcer o nariz para essa inovação, não custa informar que atualmente esses centros de compras respondem por 7% do faturamento de vestuário (fonte: Instituto de Estudos de Marketing Industrial). Por causa disso, grandes redes como Extra e Carrefour tem investido em projetos para criar espaços com estilo shopping center.
Quando eu comento de torcer o nariz, é para comentar de maneira descontraída que muitas pessoas acham que por estar em um hipermercado, a roupa ofertada não tem qualidade ou não é “da moda”. Nos últimos anos, estilistas brasileiros tem emprestado seu nome em desenhar coleções para esses locais, como Marcelo Sommer para a rede Extra.
 A loja do Extra Jaguaré foi o projeto piloto da rede para inovar o espaço destinado às roupas, com piso de madeira e caixa próprio. O conceito é “loja dentro da loja”. Desta maneira, eles atraem o consumidor para comprar tudo num mesmo local, sem precisar de deslocar para outro centro de compras ou buscar o comércio local, próximo à sua casa.
Outros concorrentes correm com projetos semelhantes. O Carrefour testa um novo modelo de loja em 2 unidades no ABC Paulista. O Wal-Mart estuda trazer um modelo semelhante, já existente no Reino Unido.
Eu que gosto de bater uma perna em comércio de rua, confesso que quando vou à esses hipermercados, sempre dou uma conferida na seção do vestuário.
Isso é bom pra todos, não acham ?
>> Leia a matéria na íntegra
Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração
>> Curta o IEMI no facebook
>> Siga o IEMI no twitter
>> Conheça nossos Produtos e Serviços

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.