Na mídia: Estudo traz análise do setor têxtil

O Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário de Blumenau (Sintex) apresenta hoje o Relatório Setorial Polo Têxtil Blumenau e Região 2012. O estudo, feito pelo Instituto de Estudos e Marketing Industrial, traz informações detalhadas da oferta e demanda da indústria têxtil e de confecção instaladas no Estado. A pesquisa envolveu 200 empresas, sendo que 75,3% estão concentradas em Blumenau e região. Ela ainda mostra a evolução da indústria têxtil brasileira e catarinense nos últimos cinco anos, compreendendo o período de 2007 a 2011.

– O estudo é um Censo do setor têxtil. Ele nos mostrou, por exemplo, que o Estado teve um desempenho melhor que o mercado nacional, apesar de todas as dificuldades do mercado. É muito importante termos esses dados em mãos – explica o presidente do Sintex, Ulrich Kuhn.

Em Santa Catarina, estão localizadas 14% das empresas da cadeia têxtil brasileira. São 4.735 empresas, sendo 915 produtoras ou beneficiadoras de manufaturas têxteis e 3.820 fabricantes de artigos confeccionados. A maior participação em quantidade de empresas no Estado é a do setor de beneficiamento, com 29,1% do total nacional.

O destaque fica para os polos produtores de malhas e têxteis lar, que participam com 34,5% da produção nacional de tecidos de malha e 21,1% na produção de artigos têxteis para o lar. As indústrias têxteis e confeccionistas catarinenses empregaram diretamente 162,9 mil trabalhadores em 2011.

Segundo o estudo, o Polo Têxtil e de Confecção de Blumenau e Região envolve atualmente 31 municípios, que, juntos, reúnem 2.898 empresas em atividade e geraram 113 mil postos de trabalho formais em 2011.

A apresentação completa do relatório ocorre no Hotel Plaza e será destinada aos diretores das empresas associadas e convidados.

 

>> Leia a matéria na íntegra

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

Curta o IEMI no facebook

Siga o IEMI no twitter


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.